Deputado Caveira é obrigado pela Polícia a descer de tio elétrico por desrespeitar normas do TRE-PA

Deputado Caveira é obrigado pela Polícia a descer de tio elétrico por desrespeitar normas do TRE-PA

O deputado Delegado Caveira foi obrigado pela polícia a descer de um trio elétrico nesta quinta-feira (12), no momento em que participava de uma carreata no município de São Félix do Xingu, juntamente com apoiadores da prefeita Minervina. Na ocasião, o deputado proferiu uma série de denúncias contra o governador Helder Barbalho e tentou desmoralizar a coligação 15, descumprindo várias normas da Justiça eleitoral, incluindo a aglomeração de pessoas.

Durante a carreta, o deputado disparou várias ofensas ao candidato João Cleber, em São Félix do Xingu, e também ao governador do Pará. “Esse é o candidato do 15, o candidato apoiado pelo governador Helder Barbalho, o governador mais ladrão que nós temos no Brasil”, disse Caveira enquanto percorria ruas e avenidas da cidade.

O discurso inflamado do deputado terminou em uma intervenção da Polícia Militar, que obrigou o parlamentar a descer do trio elétrico, pois além das palavras ofensivas e caluniosas, ele também estava infringindo a Descumprindo Resolução do Tribunal Regional Eleitoral – (TRE/PA), que proíbe atos capazes de criar aglomeração.

“Esse deputado vem aqui incentivar a violência. É por culpa dele que tivemos essa agressão, pois falou do governador que tem ajudado São Félix do Xingu”, desabafou uma comerciante do município, que assistiu de longe a ocorrência.

“Muito me admira que ele (Caveira) quando foi vereador denunciou a atual prefeita por corrupção e hoje vem aqui sendo apoiado pela prefeita e por correligionários da prefeita”, acrescentou.

Um cinegrafista que registrava no momento, foi agredido por servidor da prefeitura e teve celular danificado. O fato deu erigem a um Boletim de Ocorrência na delegacia local.

ATACANDO

Essa não é a primeira vez que o deputado Caveira se envolve em polêmicas por causa de seu discurso contundente. Em São Geraldo do Araguaia o parlamentar foi criticado por sua manifestação contrária ao governador e ao prefeito local.

Recentemente em Xinguara, Caveira usou do mesmo discurso e foi bastante criticado em redes sociais.

Dias depois, na cidade de Rio Maria, o parlamentar também discursou atacando o governador Helder e aos candidatos da coligação que apoia Marcia Ferreira (MDB), mas dessa vez, foi processado pela Justiça Eleitoral.

Na fala o deputado disse que “os eleitores de Rio Maria não devem votar no 15, pois este número está ligado à corrupção”. A coligação Renovar Para Transformar moveu ação contra Caveira e ele foi duramente punido.

Fonte: Jornal Manancial

Fechar Menu