Ministério da Saúde decide incluir professores como grupo prioritário para receber vacina contra covid-19

Ministério da Saúde decide incluir professores como grupo prioritário para receber vacina contra covid-19

O Ministério da Saúde adotou novas medidas nesta sexta-feira (19) para incluir os professores no grupo prioritário da vacinação contra a covid-19. De acordo com o anúncio feito pelo ministro da saúde, Eduardo Pazuello, a inclusão dos profissionais da educação começa a partir da vacinação em março.


A mudança foi anunciada durante uma reunião com a Frente Nacional dos Prefeitos (FNP). Na ocasião o ministro da saúde também anunciou modificações na estratégia de vacinação para o próximo dia 24. As prefeituras passaram a aplicar apenas uma dose da vacina em cada brasileira, respeitando a remessa de 4,7 milhões de vacinas que deve chegar ao Brasil entre os dias 24 e 28 de fevereiro.


A segunda dose será aplicada com a vacina produzida no Brasil, que deve ser fabricada a partir do mês de março.
Com isso não será necessário fazer reserva da segunda dose, como vinha ocorrendo até agora.


“Acho que essa é uma grande vitória dos prefeitos. Ele [Pazuello] pediu mais um tempinho de alguns dias para poder confirmar, mas disse que a intenção é trazer a vacinação para março, até mesmo porque muitas redes de educação vão começar o retorno agora”, informou Jonas Donizette, presidente da FNP.

Fonte: Roma News

Fechar Menu